Ronaldo recebe título de cidadão honorário de Minas Gerais e se declara ao Cruzeiro

da bwin: Gestor da Sociedade Anônima de Futebol (SAF) do Cruzeiro, Ronaldo foi agraciado com o título de cidadão honorário de Minas Gerais. A honraria foi concedida nesta quarta-feira (27), no Plenário da ALMG, pela Assembleia Legislativa do estado (ALMG). A homenagem tem como autor o deputado Professor Cleiton (PV) e contou com a colaboração de outros 25 parlamentares.

da imperador bet: O evento teve a participação do jornalista da Itatiaia Osvaldo Reis, o Pequetito, que narrou um gol imaginário do Fenômeno com a camisa do Cruzeiro. Para o lance, o locutor montou um time histórico da Raposa. Antes de a bola chegar até Ronaldo, ela passou pelos pés de Raul Plassmann, Nelinho, Procópio Cardoso, Roberto Perfumo, Nonato, Wilson Piazza, Dirceu Lopes, Joãozinho, Alex e Tostão.

Leia Mais

Atlético-MG x Cruzeiro: Polícia Militar confirma segurança reforçada para clássico Seleção Brasileira: quando e contra quem serão os próximos jogos? Milito é apresentado como técnico do Atlético-MG: "O estilo será um só"

Além de Pequetito, estiveram na Assembleia dois ídolos históricos do Cruzeiro, citados pelo narrador: o ex-volante Piazza, campeão da Taça Brasil de 1966 e da Libertadores de 1976; e o ex-lateral-esquerdo Nonato, vencedor da Libertadores de 1997 e das Copas do Brasil de 1993 e 1996. O empresário e investidor Pedro Lourenço também marcou presença no evento.

Outro que teve a oportunidade de falar na Assembleia foi o cantor “Das Quebradas”. O músico compôs uma canção para Ronaldo em que fala sobre a história de superação de Fenômeno, desde a infância até aos grandes momentos como jogador. Anteriormente, em 2022, o rapper ficou famoso por escrever “Salomé e Pablito”, música ícone da campanha do título celeste da Série B.

Veja o discurso de Ronaldo

É uma grande honra receber o título de cidadão honorário de Minas Gerais nesta casa. Foi em Minas Gerais em que nasci para o mundo, aos 16 anos de idade. Foi aqui que entrei em campo pela primeira vez como profissional. Não está no discurso, mas foi aqui em que tive minha primeira namorada (risos). Foi aqui que tive a certeza que meus sonhos eram possíveis. Daqui, parti para conquistá-los.

Foi do Cruzeiro que recebi a maior oportunidade da minha vida, ir para fora fazer história e trazer para o Brasil o que poderia ser nosso. Voltei assim como um bom filho, que a casa torna. Voltei a acreditar na volta do Cruzeiro. Voltei para ser parte da mudança do futebol brasileiro. Sou muito grato pela forma como me receberam, pelo apoio do povo mineiro. Escrevemos, juntos, um lindo capítulo de superação. E seguimos adiante enfrentando momentos difíceis, desafiadores, com muitas lições pelo caminho, na direção de reerguer um gigante, dentro e fora de campo.

Realmente, mudei minha vida para embarcar nesse projeto. Essa terra faz parte da minha rotina e dos meus planos. Dizem que, aqui, cercado de montanhas, se aprende a respirar horizontes. Eu diria que aquele garoto de 1993 aprendeu cedo. Muito obrigado, Minas Gerais. Muito obrigado, Cruzeiro”, disse Ronaldo.

Agradecimentos

Antes do discurso, Ronaldo agradeceu o presidente da Assembleia de MG, deputado Tadeu Martins Leite (MDB); os desembargadores Marcos Lincoln dos Santos e Boson Gambogi; o deputado Professor Cleiton (PV); o Gabriel Lima, CEO da SAF do Cruzeiro; os ex-jogadores Piazza e Nonato; o narrador Pequetito; e o investidor Pedro Lourenço.

Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformasYouTubeTiktokInstagramTwitter

Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

versão original